Buscar
  • Henne Danif

UNI-DUNI-TÊ ESCOLHA BEM SEU INVESTIDOR

Atualizado: 14 de mai.



Alô minha gente! Tio Hennão na área para ajudar vocês a crescerem fortes e com sucesso! O papo de hoje é sobre a escolha do investidor — que, definitivamente, não é brincadeira.

Você deve ter em mente que o investidor é como um sócio na empresa, e a relação com ele será longa. Por isso, ele deve ser escolhido com cuidado. Veja seu histórico de investimentos, converse com outros parceiros e aprenda o máximo possível.

Cola comigo que sua trajetória será doce e divertida, meus fiii!



ENTRE NA RODA

A princípio, não use o telefone nem o e-mail para acionar um potencial investidor — o melhor é contar com o networking! Veja, na sua rede de contatos, quem pode te recomendar ou apresentar um investidor. As chances conseguir uma reunião serão muito maiores!

Crie uma planilha com todos os investidores e as informações relevantes sobre eles. Ela te guiará no relacionamento com cada um.



PECINHA POR PECINHA!

Estes são alguns dos critérios importantes na escolha do investidor:

  • experiência no setor de atuação

  • conhecimento técnico ou de negócios

  • quantas e quem são as pessoas do time

  • tamanho do fundo

  • portfólio

  • proximidade de localização


Com esses critérios definidos, estude sobre os fundos e os investidores. Assim, você terá clareza de quem são os atores com quem você deseja se relacionar, e quais você já pode descartar.

Entenda, registre e conheça as características de cada um deles antes de abordá-los. Isso vai garantir mais eficiência no processo, sem desperdiçar seu precioso tempo!


CONTE ATÉ TRÊS…

A cada 50 contatos que você acionar, 20 responderão, 10 marcarão uma reunião, e 2 ou 3 irão se interessar pela sua empresa…

Por causa disso, é bom estipular uma data final para sua captação — ou o processo pode se arrastar indefinidamente.

Alguns investidores, apesar de interessados no seu negócio, costumam aguardar, até ter certeza. Quando seu prazo final chegar, os investidores interessados terão que tomar uma decisão!



DINHEIRO É BOM, MAS…

Os investidores também devem agregar valores ao negócio, além de somente fornecer dinheiro. É preciso ir além! Investigue como eles poderão apoiar o seu negócio, no que se refere a:


  • participação em decisões estratégicas

  • conhecimento técnico do produto, setor de atuação ou gestão

  • networking / abertura de novas redes de relacionamento

  • conexões com potenciais clientes

  • conexões para contratações chave

  • estruturação da governança

  • mensuração de impacto

  • planejamento de novas rodadas e atração de mais capital


Com o dinheiro na conta e uma certeza na mente, é só pôr a mão na massa, suar a camisa e elevar o patamar de empresa.

O conteúdo deste post foi extraído do blog Quintessa e do e-book FINANCIE SEU SONHO: GUIA ENDEAVOR DE ACESSO A CAPITAL PARA EMPREENDEDORES.

Compartilha com um amigo empreendedor!


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo