Buscar
  • Henne Danif

VÁRIOS CAMINHOSPARA A CAPTAÇÃO



Saudações a essa moçada que certamente está no caminho do sucesso!

Papai Hennão na área de novo, dando seguimento à discussão sobre a captação de recursos.

Existem dezenas de opções para o empreendedor que deseja colocar recursos externos na sua empresa. E é necessário estudar as alternativas para encontrar a melhor rota.

Bora aprender sobre as principais fontes de acesso a capital? Vem comigo, meus fiii!!!



CAPITAL DE RISCO

Trata-se de um setor que se consolidou para o desenvolvimento de pequenas e médias empresas, principalmente de base tecnológica.

Os fundos de investimento de Capital de Risco são entidades financeiras que buscam participar temporariamente na composição societária de empresas, em períodos de alto crescimento.

O objetivo é ajudar a empresa a crescer, para que, posteriormente, ela seja adquirida por uma empresa maior, ou abra seu capital em bolsas de valores.


PRIVATE EQUITY

São similares aos investimentos de Capital de Risco, porém, geralmente, são procedidos em empresas consolidadas, que já faturam dezenas ou centenas de milhões de reais.

O objetivo também é ajudar no crescimento da empresa visando a uma abertura de capital em bolsas de valores.

O Private Equity também pode ser uma fonte de recursos para empresas de capital aberto, com vistas a alterar as dinâmicas de controle e operacionais, ou a receber parceiros estratégicos.

Este tipo de negociação demora, em média, um ano para se concretizar, e costuma ser extremamente complexo com relação à governança.



DÍVIDAS BANCÁRIAS

O funcionamento é bem conhecido: o banco fornece um empréstimo para ser pago em várias parcelas, acrescidos de juros.

Existem, atualmente, centenas de linhas de crédito para empresas em expansão. Essas linhas, geralmente, requerem garantias das empresas. Se a empresa consegue comprovar seu potencial de alavancagem e sua capacidade de pagamento de juros, a dívida bancária pode ser uma boa opção.

Se for obter recursos através de dívidas bancárias, certifique-se de que você cresce a uma velocidade maior que a dos juros assumidos!



DÍVIDAS FOMENTO

Tendem a ser parecidas com as dívidas bancárias, porém, com prazo e burocracia sensivelmente maiores do que no mercado privado. Estas linhas de crédito foram criadas para impulsionar o desenvolvimento de empresas com potencial de beneficiar a economia do país.

Para se conseguir acesso a uma dívida de fomento, é necessário passar por aprovações e burocracias muito mais rigorosas. Existem muitas opções com juros bem abaixo dos valores praticados no mercado privado, já que são parcialmente subsidiadas pelo governo.



SUBVENÇÃO ECONÔMICA

É uma alocação de recursos do Governo destinada a cobertura dos déficits de inovação ao mercado privado.

Basicamente, o Governo oferece, a custo próximo de zero, recursos para que empresas privadas invistam em pesquisa e desenvolvimento.

É um instrumento político governamental utilizado em países desenvolvidos, sempre em acordo com as normas da Organização Mundial do Comércio (OMC).

O processo é bastante burocrático, e é acompanhado de perto pelo Governo, mas não exige grandes garantias.



O conteúdo desse post foi extraído do e-book Financie seu sonho – Guia Endeavor de acesso ao capital para empreendedores.

Compartilhe com um amigo empreendedor!

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo